Espaço recebe importadores com imagens turísticas dos estados do Nordeste

A maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste acontece nesta quarta, 24, e quinta-feira, 25

“Pelo sertão nos pareceu, vista do mar, muito grande; porque a estender olhos, não podíamos ver senão terra e arvoredos – terra que nos parecia muito extensa”. Este é o trecho da carta de Pero Vaz de Caminha a Pedro Álvares Cabral que recepciona os participantes do XVI Encontro Internacional de Negócio do Nordeste. O evento busca ampliar o número de micro e pequenas empresas no cenário internacional e acontece até esta quinta-feira, 25, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Um dos destaques do Encontro é o Espaço Conceito, idealizado pela jornalista Cristina Franco. No local, os visitantes podem conferir fotos do mar de todos os estados do Nordeste e a imagem de um container, que remete à relação comercial estimulada no EINNE. “O espaço apresenta a época do descobrimento com trechos da carta de Pero Vaz de Caminha, a fase do redescobrir o Brasil com uma mostra de produtos dos nove estados do Nordeste, em especial o artesanato, que estão na Rodada de Negócios, além de belas fotos do mar nestes estados, cedidas pelo Ministério do Turismo. Por fim, a imagens de um container representam as exportações”, explica Cristina Franco.

O Espaço Conceito também apresenta uma mostra de produtos de todos os estados da região que estão na maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste, que acontece nesta quarta, 24, e quinta-feira, 25, das 9h às 18h, com a participação de importadores de 26 países e 230 micro e pequenas empresas ofertantes.

Para Cristina, o Brasil está passando por um momento em que as pessoas estão gostando de ser brasileiros. “É o momento da nossa brasilidade e é importante mostrarmos isso, porque muitos ainda não conhecem. Este evento é a oportunidade. Durante muito tempo o brasileiro gostava de ser europeu, mas isso mudou”, observa.

Espaço Saber

No XVI Encontro Internacional de Negócios os visitantes também têm a oportunidade de conhecer e levar para casa as principais publicações sobre empreendedorismo e o mundo dos pequenos negócios.

O Espaço Saber oferece aos participantes do EINNE 150 títulos voltados para as temáticas de gestão de negócios e empreendedorismo. São publicações do Sebrae e de editoras parceiras, como Senac, Gente e Cenage, além de kits educativos para a área empresarial. O espaço funcionará durante o horário da Rodada de Negócios e a compra do material pode ser feita em dinheiro ou cartão de crédito.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Empresa baiana de TI mostra projeto inovador para importadores italianos

Rodada Internacional de Negócios do Nordeste acontece até amanhã, 25, em Salvador, com a participação de 26 países

Com projetos ligados a área de capacitação para uso de softwares e sistemas, a Qualitech Gestão Digital, empresa Salvador, participa da maior Rodada de Negócios do Nordeste, que começou nesta quarta-feira, dia 24, e acontece até amanhã, 25, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador. O evento integra o XVI Encontro Internacional de Negócios (EINNE) que faz parte das comemorações dos 40 anos do Sebrae. Participam do evento importadores de 26 países e 238 empresas ofertantes dos nove estados do Nordeste.

Após diálogos com compradores internacionais, o diretor geral da Qualitech, Urbano Cerqueira, se diz satisfeito com a receptividade que os projetos apresentados tiveram. “Mostramos a possibilidade de fazer o treinamento das empresas importadoras para o uso dos softwares que elas vão comercializar. Com isso, ela entregará o produto e mais o curso para uso, elaborado por nós”. A ideia de exportar já fazia parte dos planos da Qualitech, que, há algum tempo, participa dos cursos e eventos do Sebrae voltados para capacitação das empresas de Tecnologia da Informação (TI) nesse tipo de negócio. Urbano ainda cita um dado interessante sobre a participação de empresas brasileiras de TI no mercado internacional. “Nosso mercado interno de TI é do tamanho do da Índia, mas, enquanto eles exportam 95%, nós exportamos apenas 5% do nosso potencial”, observa.

O italiano Alessandro Aloia, representante da Essematica TI, surpreendeu-se com a proposta da empresa de Urbano e pretende fortalecer o diálogo mesmo depois da Rodada. Para ele, o interesse maior em estar no evento é o de conhecer ofertas de TI capazes de formatar soluções inovadoras e criativas. Apesar da empresa já atuar no mercado há mais de 30 anos, ele conta que é a primeira vez que vem ao Brasil para um evento desse porte e com essa proposta, e se diz confiante e otimista com os resultados que levará daqui.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada de Negócios: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais).

Estão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina de empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Empresa de mármore da Bahia estreia em Rodada Internacional de Negócios

Evento reúne em Salvador compradores de 26 países e 238 empresas do Nordeste

Há quatro anos no mercado, a Gamma Mineradora, empresa de Itarantim, na Bahia, vinha tentando se inserir no mercado internacional por meios próprios, mas sem sucesso. Com a participação na Rodada Internacional de Negócios, que começou nesta quarta-feira, 24, e acontece até quinta-feira, 25, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador, e integra o XVI Encontro Internacional de Negócios (EINNE), a administradora financeira da Gamma, Fabiane Teixeira, já faz planos otimistas. “Viemos adquirir mais conhecimento e, com certeza, a partir dessa nossa primeira participação, o antigo sonho de exportar será realizado”. A empresa pretende mostrar mármores de qualidade, em diferentes variações, a representantes da Itália, Uruguai, Chile, Cabo Verde e Estados Unidos.

Também pela primeira vez no EINNE, a empresa cearense Isotermas-Isolantes Térmicos e Conservação de Energia mostra um modelo de isolamento térmico de fabricação única no país, patenteado há oito anos. O diretor executivo da empresa, Lima Júnior, explica que o produto utiliza ar parado como isolante para tubulações de baixa e alta temperaturas, e funciona para empresas petroquímicas, de petróleo, de alimentos, dentre outras. “A indústria de petróleo, hoje, utiliza, como isolante, um produto não reciclável e que libera fibras capazes de irritar a pele do colaborador. O nosso invento é o oposto disso e conserva a energia térmica de forma eficiente”, explica o empresário. O desafio de mudar um modelo de isolamento que já vem sendo reproduzido há tanto tempo, por empresas de diversos países, vem sendo superado na Rodada, e países como Uruguai e Angola já se mostram interesse em manter o diálogo com a empresa durante e após o evento.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada de Negócios: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais).

Estão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina de empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia

 

 


Inovação atrai compradores internacionais

Artesãs de Maracangalha apresentam nova linha de produtos durante as Rodadas de Negócio do XVI Einne

 O artesanato desenvolvido a partir da folha de taboa no distrito de Maracangalha, município de São Sebastião do Passé, a 70 km de Salvador, está ganhando o mundo. As artesãs que integram a Associação Comunitária e Empreendedora de Maracangalha (Taboarte) estão com uma nova linha de produtos, entre eles um buquê de flores feito a partir da matéria-prima, pintadas com uma tinta específica que adere a taboa. Esse é um dos produtos que estão sendo ofertados a compradores internacionais durante as Rodadas de Negócios do XVI Encontro Internacional de Negócios (Einne).

As Rodadas iniciaram nesta quarta-feira, 24, e prosseguem até quinta-feira, 25, no Othon Palace Hotel, em Salvador. Vanessa Victória, gerente comercial da Taboarte, afirmou que está com boas expectativas de negócios. “Tínhamos uma encomenda de um cliente que fechamos negócios em uma Rodada de Negócios anterior. Fizemos contato com um comprador da Itália e esperamos fechar bons negócios até o final do evento”, disse. A Taboarte foi um dos empreendimentos presentes no evento que receberam consultoria do Sebrae para a implantação de ações inovadoras em seus processos.

Para a coordenadora da Unidadade de Inovação e Tecnologia do Sebrae Bahia, Márcia Suede, a preparação para um evento com o Einne é fundamental. “Adotar processos inovadores traz mais competitividade para as empresas e ajuda no desenvolvimento de um produto diferenciado”, explicou.

A inovação é um diferencial importante para atrair os compradores que participam das Rodadas. Juan Pablo Herrera é proprietário de uma comercial importadora e exportadora do Equador.Juan Pablo Herrera é proprietário de uma comercial importadora e exportadora do Equador e destacou a qualidade dos ofertantes. “Há muitos produtos inovadores e percebo que os empresários estão bem informados sobre o processo de exportação. Isso é importante para quem compra”, afirmou.

Participam das Rodadas compradores de 26 países e 238 micro e pequenas empresas dos nove estados do Nordeste. Os produtos estão distribuídos em cinco salas de negócios: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados cerca 30 compradores (internacionais e nacionais).A empresária pernambucana, Patrícia Moura, veio de Recife para participar do Einne em Salvador. Ela desenvolve biojoias, produtos que se diferenciam também pelas questões sustentável e ecológica. Patrícia já participou de outras edições do evento e destacou a oportunidade de expandir o negócio. “É uma oportunidade para apresentarmos os nossos produtos a novos compradores”, concluiu.

O XVI Einne é organizado pelo Sebrae Bahia e conta com o apoio do Sebrae nos outros oito Estados nordestinos, do Sebrae Nacional, Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Apex-Brasil Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. O Einne integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae. Mais informações no site www.einne.com.br.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Moçambique e Cabo Verde conhecem soluções de apoio à micro e pequena empresa

Colaboradores do Sebrae apresentaram as ações da Instituição para entidades internacionais

 

Representantes de entidades de apoio aos pequenos negócios de Moçambique e Cabo Verde estão em Salvador para conhecer e levar para seus países a expertise do Sebrae. Para isso, eles se reúnem com colaboradores da Instituição durante o XVI Encontro Internacional de Negócios (EINNE), que acontece na capital baiana até o dia 25. Os encontros foram iniciados na quarta, 24, e seguem nesta quinta-feira, 25. “Nossa equipe está apresentando as suas soluções empresariais para as entidades presentes no EINNE, para que elas entendam os processos e as ações do Sebrae”, explicou a coordenadora da Unidade de Acesso a Mercado e Serviços Financeiros do Sebrae Bahia, Suely de Paula.

Nesta quarta, os colaboradores do Sebrae apresentaram as soluções e estratégias da Instituição nas áreas de Inovação e Tecnologia, Políticas Públicas, Acesso a Mercado e Educação Empreendedora. A coordenadora de Desenvolvimento Empresarial da Agência de Desenvolvimento Empresarial e Inovação de Cabo Verde, Dúnia Lopes, contou que sua Instituição já utiliza uma ferramenta de capacitação do Sebrae, mas a ideia é ampliar para outros produtos. Assim, é fundamental entender o processo de implementação das soluções e como surgiu a demanda dos empresários. “Além do desempenho das ações, é importante entender o processo. Vamos repassar os conteúdos para outros fornecedores e disseminar entre os empresários e potenciais empreendedores”, disse.

Também presente na reunião, o diretor-geral do Instituto para Promoção das Pequenas e Médias Empresas (Ipeme) de Moçambique, Claire Zimba, explicou que estes negócios correspondem a 90% do segmento empresarial do país, por isso ele quer conhecer as ações desenvolvidas pelo Sebrae. Sobre o EINNE, Zimba destacou a participação de Moçambique no evento. “É estratégico para nós. Por um lado, compreendemos muito bem esta dinâmica de mercado que representa o EINNE para o segmento das micro e pequenas empresas em Moçambique. Por outro lado, através do EINNE também conseguimos perceber metodologias de acesso a mercado para adaptar e aplicar a nossa realidade”, afirmou.

Para o conselheiro comercial da embaixada de Moçambique no Brasil, Jaime Nicols, a ideia com estes encontros é estimular o empreendedorismo através dos conhecimentos locais moçambicanos. “Nós queremos saber quais as metodologias que o Sebrae usou para chegar ao estágio atual. Eu gostaria de poder replicar estas experiências positivas na realidade de Moçambique e tentar estimular as relações comerciais entre empresários moçambicanos e brasileiros e conquistar novos mercados”.

Em acordo com Nicols, o analista da Unidade de Assessoria Internacional do Sebrae Nacional, Eduardo Golin, destacou que ao conhecer as soluções e processos do Sebrae, estas instituições poderão capacitar as empresas locais. Já para o diretor de Comércio, Atacado e Varejo da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), Francisco Nobre, é ainda necessário conhecer a realidade de outros países para poder colaborar com este desenvolvimento.

Nesta quinta-feira, o Sebrae vai apresentar as áreas de Serviços Financeiros, Economia Criativa, Agronegócios e Comércio e Serviços e a SICM mostra a experiência do Fórum Regional Permanente. No encontro, também estiveram presentes representantes da Câmara de Comércio, Indústria e Serviço de Sotavento e da Câmara de Comércio de Barlavento, de Cabo Verde.

EINNE

Com o objetivo de ampliar o número de micro e pequenas empresas no cenário internacional, o EINNE reúne durante três dias empresários internacionais e nacionais no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador. Entre os produtos ofertados pelos pequenos negócios do Nordeste estão rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas e acarajé congelado. Estes produtos estão distribuídos em cinco salas nas Rodadas de Negócios, que acontecem dias nos 24 e 25 de outubro.

Estão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no site www.einne.com.br.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Chocolate baiano conquista paladar internacional

Sebrae promove rodada de negócios para estimular pequenos negócios

Mateus Pereira
Ele já foi considerado o vilão das dietas. Não importa se é branco, crocante, ao leite ou amargo. Quem resiste a uma barra de chocolate? Na quantidade certa, a iguaria pode rejuvenescer, prevenir doenças e até emagrecer, segundo pesquisas da Universidade da Califórnia (EUA). No município de Itacaré, os empresários Diego Badaró e Frederick Schilling produzem chocolate cujo sabor é marcante pela presença de cacau, que pode variar de 30% a 100%.

Nesta quarta-feira, 24, a coordenadora comercial da marca, Mariana Marshall, participou da Rodada Internacional de Negócios no XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE), realizado em Salvador. O evento é uma iniciativa do Sebrae e termina nesta quinta-feira, 25.

Batizado como Amma, o chocolate é produzido a partir do cacau fino, obtido após a colheita do fruto, feita de forma artesanal. Para obter essa textura é necessário deixar a amêndoa fermentar durante uma semana para desenvolver os sabores e aromas. Após essa etapa, a amêndoa é colocada dentro de uma caixa de madeira e tampada com folha de bananeira. Somente depois, o produto vai para a secagem, que pode durar até 20 dias, quando fica exposto ao sol e a variações climáticas. Segundo Mariana, o resultado é um chocolate com sabor diferenciado.

Inaugurado há três anos na capital baiana, a fábrica da Amma produz 15 toneladas de cacau por mês. A iguaria pode ser encontrada em lojas e restaurantes de São Paulo, Chapada da Diamantina e Salvador. A marca está em expansão e o faturamento anual chega a R$ 2 milhões.

Mariana diz que leva dessa primeira rodada de negócios a expectativa de parcerias futuras com compradores europeus, americanos e asiáticos, além de pernambucanos e cearenses. De acordo com ela, a Amma já é adequada para o mercado externo. “Nossa embalagem é toda escrita em inglês porque temos muito interesse em crescer internacionalmente”, afirma.

Contato: Amma – (71) 3246-1000
Site: www.ammachocolate.com.br

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Indústria de cosméticos na Bahia busca ampliar exportação

Maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste começa na quarta-feira, 24

No setor de moda, beleza e saúde, a Bahia terá 25 dentre os 63 representantes nordestinos oferecendo produtos de qualidade para os negociantes estrangeiros de 29 países e do Brasil confirmados na maior Rodada de Negócios do Nordeste durante o XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE), entre os dias 23 e 25 de outubro, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador. A expectativa de Emerson Ferreira, sócio da Indústria de Cosméticos Amávia, empresa de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, e com pouco mais de um ano de existência, é sair do encontro com novos parceiros e conhecimentos consolidados sobre a cultura exportadora.

“Com a Rodada de Negócios, o Sebrae acaba trazendo para as empresas essa função educacional, relativa ao comércio com outros países. E, sem um evento como esse, não é possível o micro e o pequeno empresário ter acesso aos países”, ressalta. Além das linhas de produtos para cabelo, a empresa pretende intensificar a comercialização da Linha Make Liss, conhecida como escova progressiva sem formol, produto inventado no Brasil e capaz de manter um efeito liso sem uso de creme alisante.

Os dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) revelam que há mais de 1,6 mil indústrias do ramo no país e, desse total, 98,9% são micro ou pequenas. Mesmo maiores em números, elas ainda enfrentam o desafio de competir com as multinacionais, em especial, no ramo de exportação. E, com o EINNE, a empresária Kelly Lima, da Amazun Indústria de Cosméticos, de Lauro de Freitas, pretende estreitar laços comerciais com outras nações, ampliando o seu mercado exportador, atualmente limitado a Angola. “Há quatro anos, exportamos produtos para cabelo cacheados, mas, na Rodada, vamos apresentar todas as nossas linhas, incluindo sabonetes e álcool gel”, conta a empresária.

Estarão presentes na Rodada importadores da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Já confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Romênia, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Peru, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE), que integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae, o Sebrae Bahia contou com o apoio dos Sebrae nos nove estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM.

 

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Design baiano é destaque em Rodada Internacional de Negócios

Evento reúne em Salvador importadores de 26 países

A confecção Didara, da designer baiana Goya Lopes, leva para a maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste o melhor do design criativo, com produtos como tampão de mesa e prato giratório de mesa, vestidos em malha e desenhos para estamparia e decoração. “Como o Sebrae está sempre inovando, essa é, sem dúvida, uma ação criativa, ao levar para o Encontro Internacional de Negócios (EINNE) o design, e não apenas produtos”, destaca Goya Lopes.

Aproveitando esse momento de “valorização da brasilidade”, Goya espera que o EINNE, que começa nesta terça-feira, 23, e vai até quinta-feira, 25, no Hotel Bahia Othon Palace, também traga visibilidade no mercado interno. “Por exemplo, uma pousada daqui querendo dar um toque de brasilidade na reforma, para mim, já é um cliente em potencial”, cita.

Goya Lopes também assina o desenho personalizado das bolsas que serão entregues aos empresários inscritos no evento. “Com a proposta de convergir as três etnias que formaram o Brasil Colonial – índio, europeu e africano – com elementos de valorização do nordeste, como palmeiras e cactos a intenção foi registrar nas sacolas, de maneira bem clara, o resultado dessas etnias com a flora e a fauna, e a peculiaridade da região”, justifica a designer.

Estarão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Já confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Romênia, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Peru, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Entre os produtos ofertantes estão rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, peixes, frutas, acarajé congelado, alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Os produtos serão distribuídos em cinco salas de negócios: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados cerca 30 compradores (internacionais e nacionais).

 

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Cachaça baiana, quinta melhor do Brasil, busca exportação

Maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste começa nesta quarta-feira, 24, em Salvador

Há 10 anos, quando o representante comercial Luiz Fernando Galletti, 61, decidiu trocar a vida agitada de Campinas/SP por Ilhéus, no sul da Bahia, em busca de mais qualidade de vida, o seu maior investimento foi comprar um lote na zona rural do município. A meta era plantar alguns coqueiros e viver à sombra da história do distrito de Maria Jape, onde fica a Capela de Santana, uma das mais antigas do Brasil, construída no século XVII, e pertencente ao antigo Engenho de Santana.

A vida pacata e a história do lugar o estimularam a produzir, sem compromisso, os primeiros litros de uma cachaça fabricada por ele mesmo para oferecer aos amigos. Mas o que seria apenas um agrado às pessoas mais próximas, tornou-se um grande negócio. Hoje, a cachaça Rio de Engenho é a quinta melhor do Brasil nos quesitos cheiro e paladar, eleita pela revista VIP. “A ideia era apenas mudar de vida. Mudei de rumo”, conta o empresário. Tudo começou, lembra Luiz Fernando, com um curso de alambicagem que participou no interior de Minas Gerais.

Em parceria com o Sebrae, o empresário já visitou países como a Alemanha e o México. “O Sebrae me deu um apoio muito grande, desde o começo do meu sonho”, afirma. Agora, na Rodada Internacional de Negócios, a maior do Nordeste, que acontece de 24 a 25 de outubro, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador, durante o XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, Luiz Fernando Galetti quer ampliar o alcance de sua cachaça, apresentando a Rio de Engenho a importadores de 26 países.

Para a Rodada Internacional, Luiz Fernando traz cinco variedades de cachaça: a prata que não é envelhecida, mas descansa em alambiques de aço inox por seis meses; a Rio de Engenho Black; a Ouro e a Acqua Benta, envelhecidas por dois anos e a Reserva, a mais especial de todas, envelhecida por três anos.

Na caixa do produto, o empresário resgata importantes épocas da região, como a luta de escravos no Engenho de Santana, que se rebelaram, paralisando a produção por dois anos. Com isso, o governo enviou uma expedição militar, e quando foram atacados, os escravos escreveram um tratado de paz, objetivando negociar as condições para voltar ao trabalho. Teria sido um dos primeiros movimentos grevistas ocorridos no Brasil.

Missões empresariais

Neste mês de outubro, também com o apoio do Sebrae, o empresário participou de dois grandes eventos do setor no sudeste do País, onde a cachaça Rio de Engenho foi degustada por seis mil pessoas, 40% deste total, mulheres. Luiz Fernando produz 20 mil litros de cachaça por ano e concorre em condições de igualdade com cinco mil rótulos de cachaças, tipo exportação, existentes no mercado nacional.

O gestor de projetos do Sebrae na Região, Eduardo Andrade, destaca que o mais importante em participar de um evento como a Rodada Internacional de Negócio é mostrar que a região cacaueira tem atividades diversificadas e a cachaça, por aqui, também pode ser um bom negócio.

No início da produção, Luiz Fernando recebeu indicação de fazer a cachaça em tonéis mistos. “Para fazer os tonéis escolhi a amburana com Itiúba, o louro canela com bálsamo e o louro canela com castanheira. Os tipos de madeira são importantes para a qualidade da cachaça porque as madeiras soltam substâncias e as características aromáticas particulares de cada árvore são passadas para a bebida”, explica.

Luiz Fernando Galletti, que é químico industrial, sabia o que estava fazendo. Desde a escolha da madeira até o modelo da garrafa. “Uma garrafa atrativa faz parte do sucesso do negócio”, garante. O empresário começou promovendo a sua cachaça fora do eixo Ilhéus-Itabuna. “Neste aspecto o turismo de Ilhéus acabou me ajudando muito. Como muita gente visita a cidade, foi rápido colocar o meu produto em todo o mercado brasileiro sem precisar sair da própria cidade”, lembra. E a estratégia realmente deu certo.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais). As Rodadas de Negócios acontecem dias 24 e 25 de outubro, de 8h30 às 18h, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Estarão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no site www.einne.com.br

 

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Fábrica de tecidos no Oeste da Bahia participa de sua primeira Rodada Internacional

Evento acontece esta semana, 24 e 25 de outubro, em Salvador

O empresário Rubens de Sá é dono de uma indústria têxtil em Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia. A empresa Tescla existe desde 2007 e produz tecidos técnicos voltados para indústria, capa para fardo de algodão, materiais hospitalares, linha de limpeza doméstica e vestuário feminino e masculino.

Consolidada na região, a empresa agora está de olho no mercado externo por isso o empresário Rubens de Sá decidiu se inscrever na maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste. O evento integra o XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE), que acontece de nesta terça-feira, 23, e prossegue até quinta, 25, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador. A organização do EINNE prevê a geração de R$ 600 mil em negócios nos dois dias de rodada, 24 e 25, e R$ 35 milhões em negociações futuras.

De acordo com Rubens de Sá, essa é a primeira vez que a sua empresa participa de uma rodada de negócios voltada à exportação. E para ganhar o mercado lá fora, a empresa vem se preparando durante três anos na estrutura e culturalmente através de cursos do Sebrae e o apoio do Senai, Fieb, Sesi e IEL que possibilitaram uma visão mais técnica do negócio e uma evolução substancial em um curto espaço de tempo. “Esperamos com o evento fechar parcerias com os compradores internacionais que estarão participando do encontro como potenciais compradores em diversas áreas. Já temos países interessados em nossos produtos. Esse encontro tem tudo para concretizar o negócio. Queremos o mercado lá fora. Também queremos ser vistos”, ressalta o empresário.

Segundo o coordenador do Sebrae em Barreiras, Emerson Cardoso, a internacionalização dessas empresas na Rodada pode contribuir para o aumento do volume no número de micro e pequenas empresas exportadoras e empregos gerados. “São grandes parcerias e negócios que quando firmados, podem promover o desenvolvimento de uma região”, destaca.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais). As Rodadas de Negócios acontecem dias 24 e 25 de outubro, de 8h30 às 18h, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Estarão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no site www.einne.com.br

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Rodada de Negócios pode gerar mais de R$ 35 milhões para MPE

Evento reúne compradores de 26 países e empresas do Nordeste

“Pela participação e grande adesão de importadores e empresários dos nove estados do Nordeste nossa expectativa é de que vamos superar os R$ 35 milhões de negócios previstos na Rodada de Negócios”. A afirmação foi feita pelo diretor-técnico do Sebrae Bahia, Lauro Ramos, durante as duas reuniões de boas vindas com os representantes de importadoras de 26 países e em seguida com os empresários dos nove estados do nordeste que participam do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE) na manhã desta terça-feira, 23, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador. O evento integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae e acontece até quinta-feira, 25.

O diretor do Sebrae, Lauro Ramos, também destacou como um dos pontos importantes do EINNE o alinhamento entre as instituições representativas do setor produtivo e o sistema Sebrae do Nordeste, e Sebrae Nacional para elevar a competitividade das micro e pequenas empresas, por intermédio de qualificação e orientação, para que elas tenham um nível de competitividade necessária localmente e internacionalmente.

Também presente na reunião de boas vindas com os empresários o gerente de Acesso a Mercado e Serviços Financeiros do Sebrae Nacional, Paulo Alvim, disse que a hora é do empresário mostrar seu valor. “O EINNE é o momento das micro e pequenas empresas mostrarem a sua capacidade produtiva e inovativa. Eventos como este é fundamental para permitir a construção de rede de relacionamentos porque aqui estão presentes 72 empresas de 26 países. É a oportunidade das mpe verem o mercado internacional como alternativa”, ressaltou Paulo Alvim.

Representando o Governo da Bahia Jairo Vaz, superintendente de Agronegócio e Atração de Investimento da Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri) disse que o EINNE é um ambiente propício para a inserção das micro e pequenas empresas no mercado internacional. “Pelo número de participantes aqui presente nesta reunião preliminar acreditamos que a Rodada possa gerar mais de meio milhão de reais em negócios”, conta Jairo Vaz.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais). As Rodadas de Negócios acontecem dias 24 e 25 de outubro, de 8h30 às 18h, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Estarão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no site www.einne.com.br

 

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Encontro é oportunidade da MPE acessar mercado externo

XVI Encontro Internacional de Negócios acontece em Salvador até quinta-feira, 25, com a maior Rodada de Negócios do Nordeste

Com o objetivo de ampliar o número de micro e pequenas empresas no cenário internacional, o XVI Encontro Internacional de Negócios – EINNE foi aberto oficialmente nesta terça-feira, 23, às 15h, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador. O evento reúne 72 importadores de 26 países, mais 10 empresas trading do Brasil (empresas especializadas em comércio exterior) e 238 micro e pequenas empresas dos nove estados nordestinos, e vai até o dia 25, com seminários e rodadas de negócios.

Na abertura o superintendente do Sebrae Bahia, Edival Passos, agradeceu a todos os participantes e organizadores do evento e ressaltou a importância do Encontro para além das relações de compra e venda, mas de “construir laços entre as nossas micro e pequenas empresas e outros países, principalmente com a Europa, porque a crise naquele continente também é uma oportunidade de impactos positivos”.

Concordando com a expectativa de não apenas negociar, mas formatar alianças estratégicas com outras economias, o presidente nacional da Abase – Associação Brasileira do Sebrae nos Estados – Alci Porto, relembrou a criação do EINNE enquanto iniciativa pioneira do Sebrae Ceará, destacando a edição de 2011, ocorrida em Recife. Ao falar do Encontro, em Salvador, ele frisou o empenho e o profissionalismo da equipe do Sebrae Bahia, e relembrou o resultado direto dessas qualidades nas três últimas edições da Feira do Empreendedor, quando a sede baiana foi campeã entre todas as entidades do país. “Caberá aos empresários fazer com que o espírito nordestino de bom negociador prevaleça e seja feita uma boa rodada de negócios”, ressaltou Alci.

Também compondo a mesa de abertura, o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia(Fieb) e vice-presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Bahia, Reinaldo Sampaio, disse acreditar que os países participantes do encontro vão poder conhecer o Brasil através do EINNE. Para ele, o papel singular das micro e pequenas empresas (MPE) na economia nacional estão expressos em números como os mais de 90% dos empregos gerados no país, mas o destaque dessas nas relações comerciais internacionais ainda precisa ser fortalecido. “Precisamos conquistar essa posição de relevância e o EINNE é uma ação estratégica nesse sentido. Ele é hoje um dos mais importantes do Brasil, orientado nesse sentido”.

Representando o governador da Bahia, o secretário da Indústria, Comércio e Mineração (SICMI), James Correa, parabenizou a iniciativa que, segundo ele, é de extrema importância para o Estado, e deu destaque para as evoluções legais no sentido de beneficiar as MPE, como a Lei nº. 123, Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, que amplia a participação delas nas licitações públicas. “Paralelo a isso, o momento positivo de desenvolvimento da Bahia conta com a participação do Sebrae para que essas empresas possam participar ativamente da cadeia produtiva”, frisou.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais). As Rodadas de Negócios acontecem dias 24 e 25 de outubro, de 8h30 às 18h, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Estarão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no site www.einne.com.br

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Seminário destaca Inovação como Estratégia Competitiva

Encontro Internacional de Negócios reúne em Salvador importadores de 26 países

A inovação e a competência como estratégia competitiva e oportunidade de Negócios foi um dos temas debatidos durante o Seminário “Desafios para elevar a competitividade das Micro e Pequenas Empresas do Nordeste no Cenário Nacional e Internacional” que abriu o XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste nesta terça-feira, 23, no Bahia Othon Palace Hotel, em Salvador. O evento integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae e prossegue até quinta-feira, 25.

Para o professor da Escola de Administração da Ufba, Francisco Teixeira, o desafio das micro e pequenas empresas não é responder o porque das altas taxas de mortalidade dos negócios, mas como estas empresas devem sobreviver frente a competitividade imposta pelas grandes empresas e ao capitalismo organizado em oligopólios. “Procuramos explicações para a existência ou não do empreendedorismo na capacidade de gestão do empresário, mas a questão é será que a sociedade recompensa e estimula a atividade. Esse encontro é uma oportunidade para os pequenos realizarem grandes negócios”.

Rede de empresas de língua portuguesa

Fortalecer as trocas comerciais e identificar potenciais oportunidades de negócios entre Portugal, Brasil e os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop), nomeadamente Angola, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe. Este é o objetivo do Sistema de Informação Georreferenciado de Apoio à Metalurgia em Aveiro (Sigame-Aveiro), criado pela Associação Industrial do Distrito de Aveiro (Aida) e a Associação Nacional das Empresas Metalúrgicas e Metalomecânicas (Aneme) e que foi discutido durante o Seminário.

De acordo com a diretora-geral da Aida, Elisabete Fidalgo Rita, a plataforma portuguesa permite que as empresas atuem em conjunto e em progressão com várias entidades, tendo a língua portuguesa como elo comum. A plataforma funciona como uma rede de suporte interinstitucionais como fomento ao surgimento de redes de cooperação empresarial, através do estabelecimento de alianças estratégias, que permitam identificar os mercados, de forma mais eficaz e eficiente.

“Na plataforma as empresas terão acesso a serviços de apoio ao processo de internacionalização, a exemplo de autodiagnósticos da capacidade de cooperação, informação, e oportunidades de mercado. As informações serão validadas pelas entidades que estão protocoladas no Sigame para garantir a seriedade e idoneidade dos dados disponíveis”, explica Rita.

A diretora-geral da Aneme, Maria Luís Correia, destacou o setor de metal mecânica como fundamental para a economia portuguesa, com peso expressivo na indústria de transformação. Respondendo por cerca de 30% das empresas no país e 40% das exportações, a metal mecânica é responsável pela dinâmica das exportações nacionais e fundamental para o equilíbrio da balança comercial portuguesa e do superávit da balança de produtos de metalurgia e eletromecânicos.

“Esse setor se relaciona com todos os setores econômicos, destinando sua produção ao setor agrícola, a toda indústria, obras públicas, construção civil, ou seja, o funcionamento pleno do projeto vai permitir que uma empresa no Brasil estude o mercado internacional, o enquadramento fiscal de um determinado país, seus compradores e concorrentes”, informa a diretora-geral da Aneme.

A presidente da Associação de Rendeiras de Dias D’Ávila (Rendavam), Dinoélia Trindade, disse que a participação no Einne representa uma grande chance para os artesão baianos mostrarem a qualidade dos seus trabalhos no exterior, além de ser um instrumento para despertar o interesse por capacitações. “Já é uma vitória participar pela segunda vez de uma rodada e contar com compradores internacionais só nos motiva ainda mais”, finaliza.

Cinco setores estão na Rodada de Negócios

Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, chocolates finos, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas na Rodada: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais). As Rodadas de Negócios acontecem dias 24 e 25 de outubro, de 8h30 às 18h, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Estarão presentes na Rodada representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil. O EINNE integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae.

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no site www.einne.com.br

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


Associativismo e cooperativismo possibilitam entrada no mercado internacional

Indiano Avinash Kirpal apresentou a experiência de seu País durante o XVI Einne

A experiência das micro e pequenas empresas indianas no mercado internacional mostra que o associativismo e o cooperativismo ainda são o melhor caminho para o crescimento. O especialista em programas de desenvolvimento de micro e pequenas empresas da Índia, Avinash Kirpal, falou sobre o assunto na tarde desta terça-feira, 23, durante o XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (Einne), que acontece no Othon Palace Hotel, em Salvador.

Kirpal participou do painel “Conhecendo Estratégias Inovadoras de Competitividade Internacional em Micro e Pequenas Empresas Internacionais e Nacionais”, incluído na programação do Seminário “Desafios para elevar a competitividade das Micro e Pequenas Empresas do Nordeste no cenário Nacional e Internacional”. Ele destacou que as micro e pequenas empresas na Índia recebem incentivos do governo para se manterem competitivas no mercado.

Entre as formas de atuação, Kirpal apresentou experiências bem-sucedidas em seu País, a exemplo do consórcio de empresas, algo que se aproxima dos Arranjos Produtivos Locais (APLs). Segundo o palestrante, o consórcio consiste na união de empresas que desenvolvem produtos complementares, de forma que elas atuem em conjunto no processo de acesso a mercado. “Juntas, essas empresas ganham mais força para adentrar ao mercado internacional”, afirmou.

A outra modalidade citada por Kirpal foi o cooperativismo. “Através da cooperativa, é possível focar na produção em escala”, pontuou. Ele falou também sobre as chamadas Trading Houses, que são companhias que atuam como intermediadoras entre as micro e pequenas empresas e o mercado internacional, buscando os melhores locais de atuação para os produtos e serviços desses empreendimentos.

Kirpal destacou ainda que é fundamental as empresas estarem presentes fisicamente no mercado em que vão atuar. “Quanto mais próximo do consumidor final, maior será a margem de lucro”, apontou.

No mesmo painel, o especialista nas áreas de comércio e cooperação da Itália, Andrea Batazzi, traçou um panorama geral da economia europeia em relação ao mundo, focando na situação italiana. Diante da crise econômica enfrentada por vários países da Europa, Batazzi destacou que, na Itália, as micro e pequenas empresas exportadoras conseguiram manter-se com taxas de crescimentos razoáveis.

Ele disse também que esses empreendimentos respondem por cerca de 60% das exportações da Itália. “No Brasil, o potencial para essa participação das micro e pequenas empresas exportadoras é alto, por conta da economia ascendente do País”, pontuou. Batazzi afirmou que é fundamental que os empresários busquem informações. “As micro e pequenas empresas não devem fazer aventuras e a informação ajuda no acesso ao mercado”, concluiu.

O mediador do painel foi o superintendente de Desenvolvimento Industrial da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), João Marcelo Alves. Ele destacou a importância de buscar as instituições de apoio, a exemplo da própria Fieb, do Sebrae e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O coordenador da Unidade de Projetos Especiais da Apex-Brasil, Maurício Manfre, também foi um dos palestrantes do painel. Ele apresentou as diversas formas através das quais a instituição pode apoiar as empresas que buscam o mercado internacional.

Manfre citou projetos como o Brasil Trade, que viabiliza o acesso rápido para a exportação, além de ações para posicionamento de imagem e qualificações. “Exportar é inovar e inovar é surpreender”, concluiu.

Nos próximos dois dias (24 e 25), serão realizadas as Rodadas de Negócios com a participação de compradores de 26 países e 238 micro e pequenas empresas dos nove estados do Nordeste. O XVI Einne é organizado pelo Sebrae Bahia e conta com o apoio do Sebrae nos outros oito Estados nordestinos, do Sebrae Nacional, Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Apex-Brasil Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM. Mais informações no sitewww.einne.com.br.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


29 empresas de países de língua portuguesa estão em Rodada Internacional de Negócios

Evento começa na próxima terça-feira, 23, no Hotel Bahia Othon, em Salvador

Três delegações africanas de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique e mais a Associação Industrial do Distrito de Aveiro (AIDA), em Portugal, num total de 29 empresas, consagram a participação de países de língua portuguesa na maior Rodada Internacional de Negócios do Nordeste. O evento, organizado pelo Sebrae Bahia, integra as comemorações dos 40 anos do Sebrae e faz parte do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE), que acontece na próxima semana, de 23 a 25 de outubro, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador.

Para o presidente da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil/Bahia, Antônio Coradinho, o Encontro terá enorme potencial de projeção da Bahia e do Nordeste em Portugal. Além disso, o EINNE reflete um processo de continuidade dos diálogos comerciais entre o estado e aquele país, iniciado no V Seminário de Oportunidades de Negócios Bahia/Portugal, evento que acontece entre os dias 18 e 20 de outubro, em Guarajuba, litoral Norte de Salvador. “É uma oportunidade excelente e coincide com esse momento em que os empresários já estarão aqui. Queremos que o micro e o pequeno empresário tenha acesso à Europa começando por Portugal”, pontua.

Dentre os segmentos com maior perspectiva de negócios com Portugal, Antônio Coradinho destaca o agronegócio, uma vez que grande parte da produção local é comercializada in natura, o que desperta em empresários portugueses o interesse em lançar parcerias para beneficiar os produtos.

Rodada de Negócios terá compradores de 30 países

Encontro prevê R$ 35 milhões em negócios para 230 empresas do Nordeste

Importadores representantes de 29 países e do Brasil e 238 empresas ofertantes dos nove estados do Nordeste confirmaram presença na maior Rodada de Negócios do Nordeste. A previsão é de que sejam gerados R$ 600 mil nos dois dias de Rodada e R$ 35 milhões em negócios futuros.

O superintendente do Sebrae Bahia, Edival Passos, ressaltou que o EINNE será um encontro inovador não somente de realização de negócios, mas no aprofundamento do debate da complexidade que é a internacionalização das micro e pequenas empresas.

“Depois deste encontro apostamos que os empresários avancem não somente na venda dos produtos, mas na construção de relações nos investidores internacionais, para que os empresários estrangeiros sejam motivados e convencidos a se associarem às pequenas empresas da Bahia e do Nordeste”, destacou Edival.

Estarão presentes representantes da África, Ásia, Europa, América do Norte, América Central e América Latina. Já confirmaram empresas importadoras da Alemanha, Itália Áustria, Espanha, Bélgica, Suíça, França, Portugal, Romênia, Emirado Árabes, Rússia, Canadá, Estados Unidos, Chile, Colômbia, Panamá, Cuba, México, Equador, Guatemala, Guiné-Bissau, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Paraguai, Peru, Bolívia, Argentina, Uruguai e Brasil.
Rendas, artesanatos em cerâmica, couros e palhas, joaias, cosméticos, sucos, cachaça, café orgânico, peixes, frutas, acarajé congelado, outros alimentos derivados da mandioca e bovinocultura de leite, além de prestadores de serviços na área da construção civil e tecnologia da informação. Estes são alguns dos produtos ofertantes que serão distribuídos em cinco salas de negócios: Alimentos e Bebidas; Casa e Decoração; Moda, Saúde e Beleza; Tecnologia da Informação e Construção Civil. Em cada sala serão agrupados uma média de 30 compradores (internacionais e nacionais).

Para a organização do XVI Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, em Salvador, o Sebrae Bahia contou com o apoio do Sebrae nos outros oito estados do Nordeste, do Sebrae Nacional, do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Rede CIN-Centro Internacional de Negócios, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Rede CIN Bahia e Unidade Apex Bahia, Programa Al Invest, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Universidade Federal da Bahia e TAM.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3444-6808/3320-4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia